Páginas

sábado, 31 de maio de 2008

Educando as Fêmeas

Recebi de um amigo um e-mail muito interessante e dirigido às mulheres, tratando um pouco desse nosso universo viril e rústico. O texto é supostamente escrito pelo Arnaldo Jabor - do que duvido, pois contém algumas daquelas abreviações esdrúxulas de adolescentes no MSN. De qualquer forma, achei o texto de utilidade pública, e publico-o a seguir tal qual o recebi:

"> Entendendo definitivamente os homens
> Uma visão real.


> Foi lendo um monte de besteiras que as mulheres escrevem em livros sobre o
> 'universo masculino', que resolvi escrever esse e-mail.
> Não tenho objetivo de 'revelar' os segredos dos homens, mas amigos, me
> desculpem. Não se trata de quebrar nosso código de ética.
> Isso vai ajudar as mulheres a entenderem os homens e, enfim,pararem de
> tentar nos mudar com métodos ineficazes.
> Vou começar de sola.
> Se não estiver preparada nem continue a ler.
> E digo com segurança: o que escrevo aqui se aplica a 99,9% dos homens
> baianos e brasileiros (sem medo de errar).
>
> 1º
>
> Não existe homem fiel.
> Vc já pode ter ouvido isso algumas vezes,
> mas afirmo com propriedade. Não é desabafo.
> É palavra de homem que conhece muitos homens e que conhecem,por sua vez,
> muitos homens.
> Nenhum homem é fiel, mas pode estar fiel (ou porque está apaixonado,
> (algo que não dura muito tempo - no máximo alguns meses - nem se iluda)
ou
> porque está cercado por todos os lados (veremos adiante que não adianta
> cercá-lo. Isso vai se voltar contra vc).
> A única exceção é o crente extremamente convicto.
> Se vc quer um homem que seja fiel, procure um crente daqueles bitolados,
> mas agüente as outras conseqüências.
>
> 2º
>
> Não desanime.
> O homem é capaz de te trair e de te amar ao mesmo tempo.
> A traição do homem é hormonal, efêmera, para satisfazer a lascívia.
> Não é como a da mulher.
> Mulher tem que admirar para trair; ter algum envolvimento..
> O homem só precisa de uma bunda.
> A mulher precisa de um motivo para trair, o homem precisa de uma mulher.
>
> 3º
>
> Não fique desencantada com a vida por isso.
> A traição tem seu lado positivo. Até digo, é um mal necessário.
> O cara que fica cercado, sem trair, é infeliz no casamento,
> seu desempenho sexual diminui (isso mesmo, o desempenho com a esposa
> diminui), ele fica mal da cabeça.
> Entenda de uma vez por todas: homens e mulheres são diferentes.
> Se quiser alguém que pense como vc, vire lésbica (várias já fizeram isso
e
> deu certo), ou case com um viado enrustido que precisa de uma mulher para
se
> enquadrar no modelo social.
> Todo ser humano busca a felicidade, a realização.
> E a realização nada mais é do que a sensação de prazer
> (isso é química, tá tudo no cérebro).
> A mulher se realiza satisfazendo o desejo maternal,
> com a segurança de ter uma família estruturada e saudável,com um bom
homem
> ao lado que a proteja e lhe dê carinho.
> O homem é mais voltado para a profissão e para a realização pessoal
> e a realização pessoal dele vêm de diversas formas:
> pode vir com o sentimento de paternidade, com uma família
> estruturada,etc., mas nunca vai vir se não puder ter acesso a outras
> fêmeas e se não puder ter relativo sucesso na profissão.
> Se vc cercar seu homem (tipo, mulher que é sócia do marido na empresa.
> O cara não dá um passo no dia-a-dia sem ela) vc vai sufocá-lo de tal
> forma que ele pode até não ter espaço para lhe trair, mas ou seu
> casamento vai durar pouco, ele vai ser gordo (vai buscar a fuga na
> comida) e vai ser pobre (por que não vai ter a cabeça tranqüila para
> se desenvolver profissionalmente.
> (Vai ser um cara sem ambição e sem futuro).
>
> 4º
>
> Não tente mudar para seu homem ser fiel. Não adianta.
> Silicone, curso de dança sensual, se vestir de enfermeira, etc...
> nada disso vai adiantar.
> É lógico que quanto mais largada vc for, menor a vontade do homem de
ficar
> com vc e maior as chances do divórcio.
> Se ser perfeita adiantasse, Julia Roberts não tinha casado três vezes.
> Até Gisele Bunchen foi largada por Di Caprio, não é vc que vai ser
> diferente (mas é bom não desanimar e sempre dar aquela malhadinha).
> O segredo é dar espaço para o homem viajar nos seus desejos (na
> maioria das vezes, quando ele não está sufocado pela mulher
> ele nem chega a trair, fica só nas paqueras, troca de olhares).
> Finja que não sabe que ele dá umas pegadas por fora.
> Isso é o segredo para um bom casamento.
> Deixe ele se distrair, todos precisam de lazer.
>
> 5º
>
> Se vc busca o homem perfeito, pode continuar vendo novela das seis.
> Eles não existem nesse conceito que vc imagina.
> Os homens perfeitos de hoje são aqueles bem desenvolvidos
> profissionalmente, que traem esporadicamente (uma vez a cada dois meses,
por
> exemplo), mas que respeitam a mulher, ou seja,
> não gastam o dinheiro da família com amantes, não constituem outra
família,
> não traem muitas vezes, não mantêm relações várias vezes com a mesma
mulher
> (para não criar vínculos) e, sobretudo, são muuuuuito discretos: não
deixam
> a esposa (e nem ninguém da sua relação,como amigas, familiares, etc
> saberem).
> Só, e somente só, um amigo ou outro DELE deve saber,faz parte do
> prazer do homem contar vantagem sexual.
> Pegar e não falar para os amigos é pior do que não pegar.
> As traições do homem perfeito geralmente são numa escapolida numa boite,
ou
> com uma garota de programa (usando camisinha e sem fazer sexo oral
nela),ou
> mesmo com uma mulher casada de passagem por sua cidade.
> O homem perfeito nunca trai com mulheres solteiras.
> Elas são causadoras de problemas.
> Isso remete ao próximo tópico.
>
> 6º
>
> ESSE TÓPICO NÃO É PARA AS ESPOSAS
> - É PARA AS SOLTEIRAS OU AMANTES:
>
> Esqueçam de uma vez por todas esse negócio de homem não gosta de
> mulher fácil. Homem adora mulher fácil.
> Se 'der' de prima então, é o máximo.
> Todo homem sabe que não existe mulher santa.
> Se ela está se fazendo de difícil, ele parte para outra.
> A demanda é muito maior do que a procura.
> O mercado tá cheio de mulher gostosa.
> O que homem não gosta é de mulher que liga no dia seguinte.
> Isso não é ser fácil, é ser problemática (mulher problema).
> Ou, como se diz na gíria, é pepino puro.
> O fato de vc não ligar para o homem e ele gostar de vc não quer dizer
> que foi por vc se fazer de difícil, mas sim por vc não representar
> ameaça para ele.
> Ele vai ficar com tanta simpatia por vc que vc pode até conseguir
> fisgá-lo e roubá-lo da mulher.
> Ele vai começar a se envolver sem perceber.
> Vai começar ELE a te procurar.
> Se ele não te procurar era porque ele só queria aquilo mesmo.
> Parta para outro e deixe esse de stand by.
> Não vá se vingar, vc só piora a situação e não lucra nada com isso.
> Não se sinta usada, vc também fez uso do corpo dele - faz parte do jogo;
> guarde como um momento bom de sua vida.
>
> 7º
>
> 90% dos homens não querem nada sério.
> Os 10% restantes estão momentaneamente cansados da vida de balada ou
estão
> ficando com má fama por não estarem casados ou enamorados; por isso
procuram
> casamento.
> Portanto, são máximas as chances do homem mentir em quase tudo que te
fala
> no primeiro encontro (ele só quer te comer, sempre).
> Não seja idiota, aproveite o momento, finja que acredita que ele está
> apaixonado e dê logo para ele (e corra o risco de fisgá-lo) ou então nem
> saia com ele.
> Fazer doce só agrava a situação, estamos em 2008 e não em 1957.
> Esqueça os conselhos da sua avó, os tempos são outros.
>
> 8º
>
> Para ser uma boa esposa e para ter um casamento pelo resto da vida
> faça o seguinte:
> Tente achar o homem perfeito do 5º item, dê espaço para ele.
> Não o sufoque. Ele precisa de um tempo para sua satisfação.
> Seja uma boa esposa, mantenha-se bonita,Magra, sensual, malhe, tenha uma
> profissão (não seja dona de casa), seja independente
> e mantenha o clima legal em casa.
> Nada de sufocos, de 'conversar sobre a relação',
> de ficar mexendo no celular dele, de ficar apertando o cerco, etc.
> Vc pode até criar 'muros' para ele, mas crie muros invisíveis e não
> muito altos.
> Se ele perceber ou ficar sem saída, vai se sentir ameaçado e o
> casamento vai começar a ruir.
>
> A última dica:
>
> 9º
> Se vc está revoltada por este e-mail, aqui vai um conselho:
> vá tomar uma água e volte para ler com o espírito desarmado.
> Se revoltar quanto ao que está escrito não vai resolver nada em sua vida.
> Acreditar que o que está aqui é mentira ou exagero pode ser uma boa
> técnica (iludir-se faz parte da vida, se vc é dessas, boa sorte!).
> Mas tudo é a pura verdade.
> Seu marido/noivo/namorado te ama, tenha certeza,senão não estaria com vc,
> mas trair é como um remédio;
> um lubrificante para o motor do carro. Isso é científico.
> O homem que vc deve buscar para ser feliz é o homem perfeito do item 5º.
> Diferente disso ou é crente, ou viado ou tem algum trauma (e na
> maioria dos casos vão ser pobres).
> O que vc procura pode ser impossível de achar,
> então, procure algo que vc possa achar e seja feliz ao invés de passar
> a vida inteira procurando algo indefectível que vc nunca vai
> encontrar.
> Espero ter ajudado em alguma coisa."

domingo, 25 de maio de 2008

Doses Homeopáticas de Solidão


São aqueles fins de domingo sempre nostálgicos, todos iguais, sem nunca sabermos o porquê deles serem assim. Fins de domingo são uma das incógnitas do universo – talvez uma das que mais nos afeta. É expressão da necessidade que temos de outros à nossa volta, ou de razões maiores para iniciarmos nossa segunda-feira.

Mas são também as casas na beira da estrada, aquelas com uma luz amarela na porta, e de janelas fechadas. É passarmos com nossos carros de faróis fortes por elas, e as vermos sem ninguém, solitárias, como gente, como se vivas fossem – e compartilharmos com elas os mesmos sentimentos.

Mas são também aquelas pessoas que vemos das janelas dos nossos apartamentos caminhando pelas ruas na madrugada, devagar, sem pressa, sem destinos determinados, da mesma forma que conduzem suas vidas. É as vermos e nos perguntarmos de onde vieram, fazendo o quê, com quem – e não obtermos respostas. E lhes vemos passar, para nunca mais as vermos de novo e sabermos de seus destinos.

Mas é também aquela vontade de ficar sozinho de tanta saudade que temos de alguma pessoa. É quando a companhia de outros atrapalha nossa concentração, nosso pensamento em quem nos faz falta – e faz com que essa pessoa apareça em meio à neblina na nossa mente, nos relembrando de que estamos, apesar de todos, sós.

E é também a sensação de não podermos fazer mais nada, a não ser esperar o próximo dia amanhecer – mesmo que o sol ainda apareça turvo no horizonte. É sentir as forças diminuído, a capacidade de ação desaparecendo, como se, com o sol, elas se fossem num fim de dia. E a vontade que fica é somente a de sentar e esperar as coisas, por si, acontecerem.

Até que um dia, então, a gente aceita que os fins de domingo são assim mesmo...

quinta-feira, 22 de maio de 2008

sábado, 17 de maio de 2008

Estradas De Mão Única

As viagens que fazia nem sempre tinham sentido a seus amigos e conhecidos. Ora, só a eles não o tinham: para sí, eram triviais, recorrentes e necessárias como se alimentar. Era o tempo de juntar um dinheiro, organizar sua vida, e a mochila estava pronta para mais um embarque, para mais pessoas em sua vida, para novos lugares em sua memória.

Naquela vez, no entanto, parecia diferente: a ansiedade vinha lhe tomando conta já havia alguns dias, sua mochila estava pronta desde muito antes, e esse meio-tempo foi usado somente para tomar cervejas nos bares da cidade até o amanhecer, quando dormia para acordar só no meio da tarde seguinte. Acreditava que, assim, o tempo passaria mais rápido, e o dia tão esperado chegaria antes.

A partir de quando o ônibus saiu da rodoviária, sob a chuva e o cinza do inverno, a cidade passou a se distanciar de sua vista conforme sentia que, junto, se distanciava todo seu mundinho. Era a sensação agradável que sempre lhe vinha quando viajava: a de deixar sua rotina monótona para trás, seu passado detestável, e a estrada, à frente, se mostrava até o horizonte, a partir do qual tudo seria novo. E agora essa sensação lhe era mais forte, mas nítina, mas íntima em seu coração, como se a decisão dessa viagem fosse mais perene do que o fora outrora, noutras circunstâncias.

Os pingos de chuva presos ao vidro na janela foram desaparecendo de seu alcance conforme a escuridão da noite chegava. No lugar do sono, a nostalgia da solidão - a alegria de estar só, rumo ao atraente desconhecido que se aproximava a cada quilômetro, a cada metro, a cada minuto. E o tempo passava acompanhando a estrada, e em poucas horas, sabia, estaria em seu destino.

Sempre que chegava, seus percursos não eram os tradicionais em que se pensa para viagens: caminhava pelas ruas desertas, pelo botecos das vielas perto do porto, ou pelos cafés baratos. Seu prazer era ver as pessoas, conhecer seus hábitos, seus visuais turvos, suas tristezas onipresentes. Era ficar sentado vendo a vida passar como um espectador, como se dela não fizesse parte, como quem visualiza um quadro pintado por uma criança - e o vê tosco, mas singelo.

E tudo isso lhe vem à mente no momento em que, já à noite, as luzes da cidade de sua origem somem no horizonte. Fecha, então, a cortina da janela, reclina o banco para trás, fecha os olhos e, em poucos minutos, adormece. No peito, a sensação da liberdade nômade, a organização de sua alma, e a certeza de que aquela se trata de uma viagem sem volta.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

As 10 Vantagens do Vagabundo Iluminado

Do Terra:

"O jornalista argentino Gonzalo Otálora escreveu o livro 'Feo', algo como sua autobiografia. Ele fala de um homem que usa lentes grossas nos olhos e é desprovido de um pouco de graça.

Otálora também ressaltou em sua obra o lado bom de tanta feiúra. E destacou o que chama de "Decálogo do feio". Confira:

Não somos enganados
Jamais uma viúva negra poderá nos dar o golpe. Nós feios temos um radar. Se alguma menina linda quiser ficar com um de nós e, em seguida, desejar ir para nossa casa, isso significa que algo está errado.

Ninguém nos acusa
Nenhuma pessoa irá nos acusar de assédio sexual no trabalho. Isso é certo devido a lógica das circunstâncias.

Ninguém duvida de nossas capacidades
As mulheres lindas são acusadas de saírem com os chefes para conseguirem escalar posições. Mas, se um feio "subir" na carreira, ninguém irá duvidar de sua capacidade para tal posto.

Livre de extorsão
Muitos homens acabam pobres depois de se envolverem em um relacionamento. Impossível que a mesma situação ocorra com um feio. Ninguém vai querer se "arriscar" tanto.

Somos incomparáveis
Não precisamos vencer o fantasma do corpo perfeito, pois ninguém irá se comparar conosco.

Amor honesto
Depois de superar a primeira impressão, as brincadeiras e tudo mais, se alguém ficar apaixonado por um feio, pode ter certeza que este é o amor mais honesto de todos.

Não esperamos na porta
Não precisamos esperar para entrar em um boliche, por exemplo. Nenhum segurança quer nos ter como companhia, eles logo nos mandam entrar.

Somos atendidos rapidamente
Não sofremos com a burocracia estatal ou privada. Tal como vemos no item anterior, as pessoas nos atendem muito rápido.

Podemos economizar
Se pararmos de brigar frente ao espelho e atirarmos a balança pela janela, terminamos com a angustia e economizamos uma grana.

Salvamos o planeta
Os feios merecem o Prêmio Nobel da Paz. Dizem que aos 11 anos desapareci de casa e fui abduzido. Os extraterrestres me analisaram e disseram: 'Se os humanos são assim, melhor pararmos de nos contagiar. Não convém invadir o planeta Terra'. Nós salvamos a humanidade."

terça-feira, 6 de maio de 2008

Fim do mundo

Bom, a Anônima agora não poderá dizer que este blog não cumpre promessas. Atrasou, mas aí está mais uma tirinha do Blau, personagem do cartunista Bier, "roubada" do Tinta China.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

O Dia do Trabalho foi ontem...

Mas hoje, 2 de maio, posto essa tirinha do Bier que relaciona o tema do dia de ontem - trabalho - com a preferência dos autores deste blog - cerveja. "Roubei" ela do blog da GRAFAR.