Páginas

terça-feira, 19 de maio de 2009

"Idéias fortes aparecem para quem fica mais tempo acordado." *

Bob Dylan

imagem: crondia.blogspot.com

- Faz tempo que estás aí?

- Faz... Estou aqui desde cedo, mas não tem problema: foi como se tivesse recém chegado. Dormi pouco essa noite, daí, vim pra cá.

- Tu andas dormindo pouco, e passando mais tempo aqui que em casa, tomando esses cafés frios. Por isso não dormes. Andaram me dizendo que tens saído daqui quase ao meio-dia, com o sol a pino.

- É, mas pouco importa. Em casa, faria o mesmo, perdido em pensamentos. Ao meio-dia, os cafés começam a fazer mal ao meu estômago, e o almoço está mais próximo que o desayuno. Troco um pelo outro.

- Haha... Entendo. Bem, vou pedir um café também, mas vou acompanhá-lo por um pão de queijo, pois meu estômago não é tão forte quanto o teu.

- Fazes bem. Senta-te, ainda falta para a hora do almoço, e me deste a idéia de pedir algo para comer também. Algo doce, porém.

- Pois peça. Mas então, o que tens feito nesses dias? Estavas viajando?

- Que nada. Tenho passado as manhãs nessa padaria, as tardes em casa, suportando o calor, escutando música e esperando a noite chegar... E às noites, tenho ido àquele bar, perto do porto. Essa época do ano é horrível: ninguém na cidade, comércio fechado, bares vazios e cervejas caras. Natal, por exemplo, nem sei por que é feriado, se não há nada para se fazer.

- Realmente... Bem, eu o passei com a minha namorada: fui para a casa dos pais dela, no interior do estado. Foi bom, nos divertimos, comemos bastante...

- Ter namorada nos faz perder o prazer de tomar cafés frios em padarias, em manhãs de terça-feira calorentas e monótonas...

- Eu sei, e é por isso que eu acho que tu andas precisando de uma. Esse é o tipo de prazer que deveríamos evitar.

- Não há prazer que deveríamos evitar. O que há são prazeres aos quais nem sempre teremos acesso. Veja o caso das cervejas caras, das quais falei: nessa semana de tédio, gastei tanto com elas que não sei como passarei o resto do mês. Pelo menos os cafés frios continuam baratos.

- Cafés feitos em casa são ainda mais baratos.

- Cafés feitos em casa não me fazem ver vovós comprando pão às 7h da manhã.

- E isso também é um prazer para ti?

- Elas deixam minhas manhãs menos solitárias, digamos assim. Aliás, tudo que faço parece ser para deixar minhas manhãs menos solitárias...

*Frase do título: brainstorm9.com.br

2 comentários:

larissa disse...

sou fã deste blog!


este texto então...CARAMBA!
ando de férias de mim...e últimamente tenho feito exatamente isto...

"Tenho passado as manhãs nessa padaria, as tardes em casa, suportando o calor, escutando música e esperando a noite chegar... E às noites, tenho ido àquele bar, perto do porto."



enfim...estarei sempre passando por aqui.

Diego da Silva Rodrigues disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário, Larissa!

Te esperaremos mais vezes, então!


Saludos.